theme by
Sabe a tua boca? É a única que eu quero beijar. Sabe o teu abraço? É o único lugar que eu pretendo morar. Sabe o teu sorriso? Foi por ele que me apaixonei. E a tua voz, é a minha música preferida.
Ryan Rocha.
Cara, eu não sei explicar como aconteceu. Mas quando me dei conta eu já estava apaixonado pelo teu sorriso. E era esse teu sorriso, que eu queria ver todos os dias ao acorda.
Guri-romantico. 
Talvez não iremos ser aquele casal perfeito sem brigas, sem discussões e sem ciúmes. Talvez não iremos ser aquele casal igual filmes de romance, onde no final sempre são felizes. Brigamos, discutimos, sentimos ciúmes um do outro. A gente se morde se belisca, faz ciúmes um ao outro, mais acima de tudo a gente se ama, de um jeito diferente como nenhum outro casal se ama.
Ryan Rocha. 
Então se der saudade: me liga, me procura e demonstre que sente minha falta. Não fique ai parado sem fazer nada. Vem matar essa falta de você.
Guri-romantico. 
O sorriso dela me fazia sorrir automaticamente, sem entender o porque. E eu amava isso.
Ryan Rocha. 
Eu nunca fui de imaginar uma vida a dois, de querer casar, ter filhos. Nunca me imaginei assim, tão apaixonado e completamente dependente de alguém. Mais ai tu apareceu e me fez imaginar, cada minuto, cada segundo da minha vida ao teu lado. Casados, com nossos filhos, na nossa casa, no nosso cantinho, juntos e felizes. E eu não desejo outra vida, que não seja ao teu lado.
Guri-romantico. 
Ah, eu quero casar com você, ter nossos filhos e ter o prazer de olhar eles correndo e bagunçando a nossa casa, eu quero viver e aproveitar cada segundo e cada minuto ao seu lado. Eu quero olhar no fundo bem no fundo dos teus olhos e te dizer o quando te quero, quero te abraçar bem forte. Quero segurar nas tuas mãos pra não solta-las mais. Quero dormi ao teu lado, e ao amanhecer ser o primeiro ao te deseja “bom dia”. Quero tudo e muito mais, mais só quero se for com você.
Guri-romantico.
Um dia me perguntaram “você ama a distancia?” e eu fiquei ali parando e pensando sobre o que responder. Depois de um tempo falei: Sim, amo alguém que mora longe, amo alguém que tenho vontade de ver todos os dias, amo alguém que sinto vontade de abraçar, de beijar, de dá carinho… Amo alguém que talvez um dia, nunca irei tocar ou beijar ou talvez um dia iremos estar juntos. E às vezes me pergunto, porque existe à distância? Pra separa a gente de quem amamos? Pra fazer a gente sentir saudades e perceber que não vivemos sem aquela pessoa? Eu não sei, e nem tenho resposta pra isso. Sei que sinto saudades, vontade, desejo, e falta de alguém que vive distante de mim.
Guri-romantico.
Não me importaria de ter que acorda todos os dias do teu lado. Não me importaria se me pedisse todos os dias pra leva teu café na cama. Não me importaria se você me fizesse toda hora a mesma pergunta “Você me ama?”. Não me importaria das tuas crises de ciúmes, afinal você fica linda com ciúmes. Não me importaria se você me acordasse na madruga só pra falar bobeiras. Não me importaria se você me chamasse de bobo e idiota toda hora. Não me importaria se você bagunçasse meu cabelo toda vez que eu acabasse de arrumar. Não me importaria com nada, porque eu estaria feliz em saber que tenho você do meu lado.
Ciúmes é igual bater o dedinho do pé em algum lugar, parece bobo, mas doí pra caralho.
Ryan Rocha.